Prefeito lança portal de transparência do Sisreg

2019-01-09T16:26:53+00:00
Portal da Transparência SISREG

O prefeito Marcelo Crivella lançou, nesta quinta-feira (03/01), no Palácio da Cidade, em Botafogo, o portal Transparência do Sisreg Ambulatorial, por meio do qual a população poderá consultar diretamente pela internet o andamento de seus pedidos de consultas especializadas ou exames no Sistema de Regulação do município. O portal será atualizado semanalmente, extraindo os dados diretamente do sistema do DataSUS, do Ministério da Saúde.

–Todos os pacientes que estão na fila para consulta e exames no Rio de Janeiro agora já podem consultar a sua colocação. Claro que os que são de emergência vão estar na frente. Mais importante é a questão da vida. São cerca de 300 mil pessoas, nosso secretário estima que são 200 mil consultas e 100 mil exames. Lembrar também, que no ano passado, investimos R$ 70 milhões para comprar novos tomógrafos, raio-X, laparoscopia, carrinhos de anestesia . Esse ano já fizemos uma encomenda que vai passar de R$ 300 milhões. A Prefeitura está muito preocupada em melhorar a assistência de saúde para os nossos habitantes –, disse o prefeito.

Crivella afirmou ainda que, em breve, os pacientes que necessitarem de cirurgias também poderão consultar no Sisreg as informações do seu procedimento:

– No prazo de 60 dias, aqueles que forem recomendados ou terem cirurgias a serem feitas vão ter uma lista. Poderão consultar o hospital em que vão fazer, o dia que será feita e ter toda previsão para esse cas – explicou.

PORTAL TRANSPARÊNCIA RIO SISREGA plataforma foi feita pela equipe de Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em atendimento à Lei Municipal 6.417 de 06/11/18 e em conformidade com o Ministério Público do estado. Estarão disponíveis no site os dados de solicitações inseridas no Sisreg a partir de janeiro de 2018, com a informação se já foram agendadas (incluindo data, horário e local da realização do procedimento), realizadas ou se têm pendências ainda em aberto.

A classificação de risco (vermelha, amarela ou verde) também é informada na ferramenta, indicando a prioridade dos pacientes no agendamento em função da gravidade do caso. Para os pedidos ainda não atendidos, é informado o tempo médio de espera.

Os pedidos de consultas especializadas e exames continuam sendo inseridos no Sisreg pelas equipes das clínicas da família, mas, para ter conhecimento do andamento de sua solicitação, bastará ao usuário entrar no portal e, pelo número de seu Cartão Nacional de Saúde (CNS), verificar sua situação. Por se tratar de dados pessoais e sigilosos, os nomes dos pacientes e demais informações cadastrais não são revelados no portal.

Todo usuário do Sistema Único de Saúde já tem o número do CNS. Quem desconhece seu número deve se dirigir à sua Clínica da Família e solicitar uma impressão do cartão ou o fornecimento do número, com o qual poderá fazer as consultas na ferramenta.

Compartilhe esta história

WhatsApp Manda um Zap