Crivella não cortou merenda escolar

O Boato

Foi divulgado nas redes sociais que estudantes da rede municipal estão tendo péssima merenda, por culpa da prefeitura, que está economizando com alimentos.

A Verdade

A Prefeitura do Rio está sendo alvo de uma campanha difamatória por parte de uma parcela da direção do Sepe.

Não houve nenhuma redução na alimentação dos estudantes. A qualidade da comida é determinada pelo Instituto Anne Dias. A Prefeitura fornece todos os dias 1 milhão de refeições aos seus 650 mil alunos, distribuídos em 1.537 escolas. O cardápio é alterado às segundas pela manhã e pode ser consultado no link abaixo.

Nele, consta o cardápio de creches e EDIs e também de escolas. Eles variam por blocos de escolas, porque, do contrário, os fornecedores do município não conseguiriam atender as escolas (por conta da quantidade). Se observarem o cardápio de hoje, verão ovos, omelete, salada mista, moqueca de peixe, salada de feijão fradinho, risoto de frango, abóbora refogada.
http://prefeitura.rio/web/sme/exibeconteudo?id=6482166
Em 2016 foram gastos R$ 178 milhões com refeições a crianças e jovens. A estimativa este ano é de investir R$ 190 milhões em alimentação para os estudantes.

Pode ocorrer um ou outro imprevisto, mas há sempre uma proteína à disposição das crianças. Há, inclusive, a determinação de aumentar a quantidade nas escolas em que a merenda escolar é a única alimentação dos estudantes.
A Secretaria Municipal de Educação acabou de fazer uma chamada pública para ampliar a participação da agricultura familiar e orgânica no fornecimento de gêneros para a merenda escolar.

Publicação

http://esquerdadiario.com.br/Denuncia-escancara-merenda-reduzida-de-Crivella